18 de setembro de 2017

Associações e grupos ligados à preservação e defesa ambiental se reúnem para a preparação da "III Caminhada com Francisco em defesa do meio ambiente e pela paz".

Representantes de diferentes associações e movimentos de defesa ambiental presentes à reunião.
Aconteceu hoje, na sede do Vicariato Episcopal para a Ação Social e Político (bairro da Lagoinha/BH), a segunda reunião de preparação da "Caminhada com Francisco em defesa do meio ambiente e pela paz". De 9 às 10h30,  representantes de diferentes associações, grupos e movimentos ligados à preservação e defesa ambiental trataram de vários aspectos da organização do evento programado para acontecer no domingo, 8 de outubro, das 9 às 13 horas.

A Caminhada com Francisco será, como nos anos anteriores, um ato em defesa do meio ambiente e esta terceira edição será inspirada na recente Carta Encíclica do Papa Francisco Louvado Sejas - sobre o cuidado da casa comum e pelo tema da Campanha da Fraternidade, Biomas Brasileiros e Defesa da Vida.

Neste ano, a caminhada acolherá a região Nossa Senhora Piedade que está relacionada ao entorno geográfico e aos movimentos de Defesa da Serra do Curral. O objetivo desejado é que a caminhada possa se transformar em um  ato de confluências de lutas e dar maior visibilidade para as questões e ações de defesa da Serra do Curral, além do conjunto de ações e mobilizações dos diferentes movimentos da Região Metropolitana.


PRESENÇAS
Maria Reciclona - Núcleo de Ações para a Sustentabilidade e seu parceiro Boi Rosado Ambiental estiveram presentes na reunião, ao lado de representantes dos Movimentos de Preservação da Serra do Gandarela , do Parque Estadual da Serra do Rola Moça, do Movimento da Fé e Política da Paróquia Verbo Divino, do Movimento Serra Sempre Viva, do MAM - Movimento das Associações de Moradores de Belo Horizonte, da Associação dos Moradores do Mangabeiras, do GOM&UJA- Grupo Organizado Moradores e Usuários Jardim América  e PARQUE JÁ,  da Pastoral Afro Brasileira, da UNIVIVAS e do Movimento Amigos da Serra do Curral, além de membros do Vicariato Social.

PRÓXIMA REUNIÃO
Nesta reunião foram tratados aspectos ligados à infra estrutura, mobilização para o ato, divulgação, atividades a serem desenvolvidas no local da concentração  (Praça do Papa) e chegada da caminhada (Parque da Serra do Curral) e novas ações como a criação de um evento público em rede social  para divulgação e atualização das ações, a doação de mudas de árvores no evento por parte do Boi Rosado Ambiental, entre outras contribuições.
A próxima reunião acontecerá no dia 26 de setembro, às 9 horas na sede do Vicariato Episcopal ( Rua Além Paraíba, 208 - Bairro Lagoinha - tel (31) 3261-2764) .



I Fórum Municipal Lixo Zero Belo Horizonte: venha participar comigo de um bate papo sobre Educação e Conscientização.


Na próxima sexta-feira, 22 de setembro, acontece o I Fórum Municipal Lixo Zero Belo Horizonte. Estarei participando do painel Educação e Conscientização ao lado de outros profissionais da área de sustentabilidade.  Pretendo, neste bate papo, contar sobre minha experiência como educadora ambiental e falar um pouco sobre a prática deste exercício.
Confiram a programação e sintam-se convidados. Até sexta.





14 de setembro de 2017

Vamos decorar caixas com filtro de café usado? É fácil e fica lindo!


Eu amo um cafezinho coado na hora. Mas se tem algo que eu gosto igualmente, é reaproveitar ao máximo os resíduos. Desta forma, preparei este tutorial mostrando como reutilizar os filtros de papel em um belo projeto.
O filtro de café usado pode ser reutilizado para fazer uma variedade de artesanatos e é adequado também para decoupage. Pode ser aplicado sobre diversos materiais tais como madeira, vidro, papelão, metal entre outros, resultando em lindos objetos decorativos e utilitários. 
Basicamente, você precisará apenas de cola e filtro de café. Mas para você reutilizar o filtro em artesanatos, será necessário prepará-lo como verá a seguir.




MATERIAIS:
- Caixa em MDF
- Filtros de café usados
- Cola branca ( recomendo a cola branca PVA Extra Tekbond)
- Vinagre
- Verniz ou Cera incolor
- Pincel
- Lixa

PREPARANDO A COLA:
Utilize a Cola Branca PVA Extra Forte Tekbond e siga esta  dica para evitar que,  devido ao uso de material com resíduo orgânico, depois de algum tempo possam aparecer manchas de mofo no seu trabalho: misture água e cola, em partes iguais e acrescente 2 colheres de sopa de vinagre.


COMO PREPARAR O FILTRO DE CAFÉ:
- Após a filtragem do café, deixe escorrer completamente o líquido.
- Descarte o excesso de pó e deixe-o para secar.
- Quando estiver totalmente seco, abra com as mãos ou recorte toda a parte onde ele está colado
- O pó que restou você pode retirar usando um pincel ou uma escova de dente velha.
Obs.: Se quiser o aspecto mais manchado deixe mais pó no filtro ao levar para a secagem, retirando-o após. O efeito de diferentes tonalidades fica muito bonito.


DECOUPAGEM SOBRE UMA CAIXA EM MDF:
- Inicie rasgando os filtros em pedaços desiguais e vá colando sobre toda a superfície da caixa, sempre com a parte onde estava o pó (a parte de dentro do filtro) voltado para baixo.
- Vá sobrepondo as tiras até que complete a superfície escolhida. 
- Passe a cola com um pincel para colar e por cima do filtro também, para que não se solte facilmente.
- Fique atenta quanto à coloração, tente intercalar os tons para que fique com uma bonita harmonia.
- Para finalizar a peça, aguarde a secagem completa. Logo após, apare os excessos e depois passe uma camada de verniz em toda a superfície, e, se for necessário, passe uma segunda camada.
Você pode utilizar também, cera incolor.


Até a próxima. Espero que tenha gostado.

19 de agosto de 2017

ECOCEBRAC BH 2017 chega à sua terceira etapa somando muitas ações de empreendedorismo social.


O Projeto EcoCebrac 2017, com o qual o Núcleo Maria Reciclona mantem parceria e através do qual oferece diversas oficinas de supraciclagem, já está em sua terceira etapa. E muito se fez para chegar até aqui. 

A etapa ECO CONSCIÊNCIA foi desenvolvida de janeiro a março e buscou elevar a importância da conscientização – em relação ao meio ambiente e responsabilidade social. A segunda etapa denominada ECO SOLIDARIEDADE, iniciada em abril, buscou processos e ações que promovessem uma maior reflexão sobre a solidariedade e o retorno moral que esta pode promover. Foi então possível experimentar várias ações de altruísmo e a prática de valores que permanecemos buscando ao longo de todo a campanha e que se prolongam na última etapa, denominada ECOTRANSFORMAÇÃO. Nesta fase, estamos vivenciando a transformação nos dois níveis conceituais do projeto: a transformação ambiental e a transformação social. Unindo estas transformações em uma terceira etapa, fechamos o ciclo do EcoCebrac 2017 com a certeza de que estamos aptos a prosseguir como empreendedores e agentes de transformação social. 

O Projeto abriu um caminho repleto de informações, conhecimentos, histórias e atividades para os alunos do Cebrac BH e para a comunidade e tem proposto pensarmos como podemos agir para melhorar nossa realidade social, como reconhecer o quanto podemos ter uma postura ativa e transformadora em relação aos problemas e às situações que cotidianamente nos incomodam e promover mudanças significativas na comunidade onde vivemos e no mundo que nos cerca. 

Alunos e Instrutores do Cebrac BH em visita, com promoção de ações recreativas,  realizada às senhoras do asilo Santa Zita. (Julho 2017)
Os alunos continuam com muitas atividades, pois o encerramento desta campanha 2017 ainda está por vir e até lá, permanecemos com as mãos e mentes ocupadas buscando novas ações promotoras de ecotransformações.
Participação da Feira Ecoarte no Bee Green Boulevard, a maior fazenda urbana da América Latina (Julho 2017).
Para cumprir e realizar cada uma dessas etapas, tivemos várias atividades incluindo oficinas, palestras, visitas guiadas, sessões de cinema, minicursos, bazares solidários, passeios entre outras.

OFICINAS DE SUPRACICLAGEM EM PARCERIA COM O NÚCLEO MARIA RECICLONA

Durante as três etapas do projeto, várias oficinas de supraciclagem coordenadas pelo Núcleo Maria Reciclona foram ofertadas. Muitos resíduos ganharam nova significação, através das mãos habilidosas e dedicadas dos alunos do Cebrac BH. 




Dezenas de lindos objetos foram criados e todos foram destinados a um ecobazar administrado pelos próprios alunos e com verba totalmente destinada à compra de fraldas e produtos de higiene pessoal a serem doados para pessoas em situação de risco social ou vulnerabilidade econômica que se encontram em asilos, casas de acolhimento e hospitais para tratamentos de longa duração. 
Tudo realizado com imenso carinho, muita consciência e busca por ecotrasnformações.

Ecobazar administrado pelos alunos, com renda destinada a ações de empreendedorismo social. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...